Entenda o Passinho dos Malokas, fenômeno que está renovando o brega-funk

O que parece uma simples diversão de jovens é, na verdade, um movimento cultural que está desenvolvendo novos grupos de dança, MCs, influenciadores digitais e produtores musicais

O termo "passinho" começou a ser usado nas favelas do Rio de Janeiro, berço do funk e a fonte de referência para os artistas do brega-funk local. Nos morros cariocas, a dança consiste em movimentos rápidos com as pernas e o quadril. Ganhou grande visibilidade na mídia nacional, foi considerado Patrimônio Cultura do Rio e chegou a ser apresentado na abertura das Olimpíadas em 2016 e no show de Beyoncé durante o Rock In Rio de 2013.

Agora, recifenses incorporam essa dança com inúmeras diferenciações. Ao invés das pernas, os malokas (gíria para "maloqueiro", "meninos da periferia") apostam em coreografias que movimentam os braços e a região da virilha, simulando movimentos sexuais e mesclando conotação erótica com irreverência. Sarrada, puxada, laço e ombrinho são os nomes dos principais movimentos. Diversos elementos são herdados da swingueira, assim como já fazem os dançarinos tradicionais do brega-funk.

É um tipo de coreografia que (assim como no Rio de Janeiro) nos remete ao kuduru da Angola, reforçando o brega-funk como uma identidade cultural proveniente da diáspora africana, um resultado híbrido da música eletrônica negra norte-americana e ritmos do subúrbio recifense.

Assim como outras manifestações da periferia, os integrantes da cena não sabem ao certo apontar quem foi o responsável por "iniciar" esse fenômeno. No entanto, todos convergem para uma música que despontou a sensação: Gera bactéria, de Shevchenko e Elloco, lançada em agosto de 2018 (4 milhões de acessos). A dupla de veteranos no brega-funk, bastante respeitada no meio, iniciou a tendência ao colocar dançarinos do passinho em um clipe dirigido por Victor Matheus, da Maker Filmes. "Esse passinho é novo e nasceu na favela / Nós manda embrazado, lá dentro do brega", diz um dos trechos da letra.

Nos bastidores, a expectativa geral é que o passinho cresça, ganhe mais espaço na mídia e que suas músicas sejam bastante tocadas no carnaval, assim como foi Envolvimento, de MC Loma. Se nos anos 2000 o axé dominou as novidades desse período festivo, um outro gênero musical parece ter chegado para inflamar os foliões.
Participe Da Nossa Comunidade
Blog Dos Bregueiros © Design BY : Don Diego
Copyright 2019 - Todos Os Direitos Reservados